[2011] CRIME ORGANIZADO E CRIME COMUM NO RIO DE JANEIRO: DIFERENÇAS E AFINIDADES

Autor: Michel Misse O artigo trata das relações entre “crime organizado” e “crime comum” no Rio de Janeiro. Seu objetivo é definir as condições para responder a questões como quanto o crime organizado explica as lógicas do crime comum ou se estamos subestimando ou superestimando essa relação entre um e outro. A análise foca três atividades criminais violentas organizadas: (i) o “jogo do bicho”; (ii) os “comandos” que controlam e disputam territórios de venda a varejo de drogas e outras mercadorias ilícitas; (iii) as “milícias”, que disputam com os “comandos” o controle desses territórios, com vistas a impor a venda…

0 Comentários

[2011] Mediação e conciliação no Judiciário: Dilemas e significados

Autoras: Kátia Sento Sé Mello e Bárbara Gomes Lupetti Baptista O objetivo deste trabalho é descrever e analisar as práticas que caracterizam a mediação e a conciliação de conflitos no âmbito do Poder Judiciário no Estado do Rio de Janeiro. Trata-se de compreender, no âmbito do processo de mudanças institucionais pelo qual a sociedade brasileira vem passando desde a década de 1980, os diferentes significados atribuídos a esses institutos pelos diferentes operadores do campo jurídico e pelas partes usuárias nos contextos em que são acionados. A principal questão que norteia esta pesquisa é saber em que medida o Estado pode…

0 Comentários

[2011] As continuidades do descontínuo o trabalho policial e judicial em casos de “narcotráfico” na fronteira da Argentina com o Paraguai.

Autora: Brígida Renoldi Neste artigo serão apresentados os resultados de uma pesquisa na qual foram analisadas as formas de trabalho policial e judicial em relação ao mercado ilegal internacional entre Argentina e Paraguai, na cidade de Posadas, província de Misiones, Argentina...

0 Comentários